Pesquisar este blog

domingo, 18 de janeiro de 2009

CONCENTRAÇÃO

Bem vindo, trabalho.
Diretrizes, organização.
Metas, produtividade.
Diligências, pesquisa, ação:
resultados.
Embasamento, suporte,
desencadeamento da atividade de terceiros.
Fatos!

De súbito, uma distração.
Ela passa sem jeito, descontraída,
tremenda provocação.
Vão-se os prazos, as metas,
entram suspiros e excitação.
O romantismo atrapalha a fusão,
o fluxo, o organograma, a empresa...
Ficam embasbacados
os funcionários e o patrão.

Mas como é efêmera a beleza!
Passou e já vai distante,
só deixou recordação;
e um perfume provocante,
uma certa exaltação.
Volta a rotina aos poucos
numa normalidade suspeita
porque jamais se endireita,
no trampo,
de antes a mesma atenção...

[Adhemar - Santo André, 31/07/2008]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Érica — terça-feira, 20 de janeiro de 2009 (08:30:10)
Mãos a obra! E que mal tem dar um tempinho à mente “viajante”….?
Fiquei lisonjeada com seu comentário no meu penúltimo texto! Obrigada de verdade!
Abração!