sábado, 28 de fevereiro de 2009

CONTRAMÃO

O coração tremeu de frio.
Encolhido no seu canto,
tão quieto e tão sem espanto,
tão calmo e tão gentil...

Espera o calor de algum ponto,
mistério do coração tão discreto:
com frio mas de orgulho ereto,
não revela o seu terno encanto.

A magia de tanto segredo
é o amor que ele leva guardado;
o calor do beijo esperado
que ele espera tão firme e sem medo.

Mas se tudo for assim mesmo,
por que é que ele treme de frio?
Relembrar só lhe traz arrepio
pois busca o amor meio à esmo...

Ela está distante a tal modo
que ele se sente sozinho.
A incerteza da volta é o caminho
do coração que não a tem ao seu lado.

Este verso ficou complicado
como tudo o mais do amor.
Ele dela não tem o calor
mas espera fiel e calado.

Amar de verdade é assim:
um gostar tão sem limite
que nem de leve admite
que ela não goste de mim...

P/BSF
[Adhemar - São Caetano do Sul, 17/03/1988]

5 comentários:

shintoni disse...

Adhemar:
Gostaria de agradecer a sua participação em todos estes dias em que estive transferindo o blog.
Neste período não tive tempo para entrar em contato para agradecer cada postagem e reponder aos e-mails, mas o faço agora.
Valeu mesmo!
Um enorme abraço!

shintoni disse...

Só para lembrar: se quiser, envie seu perfil ao Duelos para ser postado lá, ok?
Não sei se você recebeu o e-mail.
Valeu!
Um abraço!

shintoni disse...

Adhemar:
Incluí seu blog na lista dos blogs favoritos do Duelos, ok?
Você merece! Escreve muito bem!
Abração!

finityster disse...

Adhemar.
Escrevo às vezes no Duelos. Gostei muito do seu blog. Gostaria de convidá-lo para dar uma passada no meu.
http://blogdojorge2.blogspot.com/
abraços e parabéns,
Jorge

Adh2bs disse...

Comentário por Nina — sábado, 28 de fevereiro de 2009 (19:00:52)
Oii, um Bom dia para você também! (Agora já seria “Boa noite”, mas como “dia” não impõe um período como “tarde ou noite”, disse “Bom dia!”)
Que bom que você gostou (:…
Volte sempre querido freguês!
Adorei esse texto, também passarei no seu (:
Um abraço, Nina

Comentário por TATIANA REZENDE — terça-feira, 3 de março de 2009 (00:18:33)
Aqui em SP, por esses dias, vai ser impossível o coração tremer de frio. Está um calor como nunca antes visto na História deste país!