quinta-feira, 25 de junho de 2009

SORRIR

A noção do que já foi o tempo...
Se perdeu...
No perdão de um vago esquecimento
que não esqueceu.
Na presença,
que do coração é o alimento,
o sentimento sobreviveu.
Sua força,
uma reta ascendente,
acendeu...
Acendeu a primeira chama
que nos chamou,
nos prendeu.
Presos num lindo reencontro
que delicadamente denuncia
o que a mais terna amizade
nem traiu nem escondeu...

P/SHFC
[Adhemar - São Paulo, 08/05/1987]

Chorar!

Escrito para uma linda amiga que me roubou um beijo que lhe neguei.

Adhemar, 25/06/2009.

Um comentário:

Magnólia-menina disse...

ahh obrigada pela visita no meu blog e pelo gentil comentário :) Fico muito grata...

E relativo ao teu texto gostei muitissimo! bem profundo! bom é isso...

Bjs ...