domingo, 26 de julho de 2009

Frag-men-tos

Na poesia peço perdão,
irresponsável por meus atos;
na poesia me penitencio.
Na poesia me escondo da solidão
no solitário abrigo,
o coração.

Onde estarei amanhã?
O que serei?

No fundo do mais fundo
de todos os desejos,
poemas se confundem
com a ânsia do fim;
fim da inquietude malsã
sem hoje e sem amanhã
que nos provoca até o derradeiro pavor...

O coração só suspira
num último favor.
A influência da sombra
esfria os corações.

O amor cultivado dá em flor delicada.
Cuidado e tratado não morre,
floresce por muito tempo...
Mas, muito tempo
não é "para sempre"...

[Adhemar - São Paulo, 22/05 e 12/06/1987]

E-S-T-I-L-H-A-Ç-O-S

Outro negócio escrito em duas vezes. Baseado em algo que li (perdoem-me, não me recordo de quem e não é uma transcrição direta também), escrevi os 5 primeiros versos na primeira data. O resto veio depois, no dia dos namorados, quando o relacionamento que eu vivia à epoca estava se desmanchando melancolicamente...

Adhemar, 26/07/2009

3 comentários:

finityster disse...

Adhemar,
Seus versos são lindos...
Gosto de passar por aqui e apreciar.
Grande abraço,
Adir

Magnólia-menina disse...

Palavras tocantes as suas :)
belos versos,
Um abraço!

Adh2bs disse...

Comentário por Nina — quarta-feira, 29 de julho de 2009 (20:17:40)
Sim, os animais são os amigos mais fiéis do homem…e ninguém se lembra deles no dia/semana do amigo (a começar por mim)
E, no entanto, nos meu momentos melancólicos escrevo meus melhores poemas e prosas…(;
Beijo!

Comentário por Nina — quarta-feira, 29 de julho de 2009 (21:21:00)
P.S. : Tem selo pra você lá no meu blog (;
Vale a pena MESMO ficar de olho no seu blog
http://oquesobradobagaco.blogspot.com/2009/07/selinho.html
Beijo!

Comentário por Gaby — quinta-feira, 30 de julho de 2009 (12:13:50)
Olá!!!!!
Na poesia, melancolia, na felicidade
são os momentos em que se expressamos
melhor desabafar em poesias em comentarios
alivia nossa coração e mente.
e melhor ainda nós possibilita ler poesias
tão belas. ( Que bom né )…
Bjs.
Felicidades.

Comentário por TATIANA — quinta-feira, 30 de julho de 2009 (23:50:38)
Pois é… Nada é pra sempre…
Bjs,
Tati.