Pesquisar este blog

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Cenário

*
Linda, nua e adormecida
esconde os olhos claros, tão profundos.
O semblante tão sereno até suspira
sonhando certamente, outros mundos.
*
A janela, de tão ampla, mostra a fonte
tão suave no seu leve murmurar.
O dia clareando esquece o ontem
preparando emoções que vão passar.
*
O quarto bagunçado - tudo por guardar -
mostra, discreto, as emoções da noite.
O sol, nem tão discreto, a apontar
aos passarinhos o rumo da fonte.
*
Enfim, a vida aos poucos parece despertar
do matutino torpor, tão natural.
A brisa entra silenciosa a perfumar
enquanto o dia promete uma paz total...
***
[Adhemar - São Paulo, 22/05/1987]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Tatiana — quinta-feira, 27 de agosto de 2009 (10:35:08)
“Tudo por guardar”… Ah, nem me fale…
Beijo,
Tati.