sábado, 8 de agosto de 2009

RODA

O homem inventou a invenção,
a mentira bem intencionada,
a lorota deslavada
e a inocente omissão.

O homem inverteu a inversão,
a fúria descontrolada,
a ira desgovernada
e a angústia do coração.

O homem emocionou a emoção,
a maneira bem educada,
a despedida chorada
e o aceno de mão.

O homem racionalizou a razão,
a filosofia desesperada,
a morte bem educada
e o adeus na negação.

O homem rezou a oração
na senda mais que sagrada,
abençoado na estrada
e santo na imensidão.

O homem nasceu campeão
na sua senda trilhada,
passo a passo palmilhada
e rica de intenção.

O homem criou a criação,
uma beleza ensaiada,
um "big bang", mais nada,
e cresceu na imensidão...

[Adhemar - Santo Antonio do Amparo - MG, 08/07/2006]

Quadrado

Estarei ausente mais do que de costume; um novo desafio se apresenta, um trabalho instigante e - espero - recompensador. Enquanto me provo capaz (sabe-se lá!), talvez falte tempo pra cá. Grande abraço,

Adhemar, 08/08/2009.

Nenhum comentário: