Pesquisar este blog

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Oi!!!

Onde está você,
que não aparece onde costuma aparecer?
Cadê seu ar, sua graça,
cadê o ar que balança
quando você passa?

Onde está você,
seus doces, seus perfumes?
Onde está sua vida
que tanta vida empresta
ao ambiente onde você passa?

Quais seus novos caminhos,
roteiros, estradas?
Onde o sagrado chão que pisas?

Bem, vá em paz,
vá com Deus.
Mas sempre saiba que,
independentemente de onde estejas,
um coração estará contigo,
contigo estes olhos
e mãos espalmadas num aceno de adeus
ou, de até já...

[Adhemar - São Paulo, 18/01/2000]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Gay — quarta-feira, 16 de setembro de 2009 (11:27:36)
OLá !!!
Nossa você está mais inspirado do que nunca
adorei todos os versos dos ultimos posts.
Se um dia escrever um livro por favor nós avise
faço questão de ter seu livro em minha casa. rsrsrsrs
Felicidades …
Abs.

Comentário por Selma Barcellos — quarta-feira, 16 de setembro de 2009 (18:09:07)
Tem a leveza de um até já e o amargor de um adeus.
Muito bom!
Abraço.

Comentário por Gaby — quinta-feira, 17 de setembro de 2009 (08:41:51)
Olá
Obrigado querido pelo comentario no
meu blog, imprimi seu verso e coloquei
aqui no mural da minha mesa de trabalho.
Obrigado !!
Bjs.
Até mais…

Comentário por Tatiana — quinta-feira, 17 de setembro de 2009 (15:37:04)
Adhemar,
descobri que você é uma espécie de Jane & Herondy às avessas!
Bjs,
Tati.