domingo, 4 de outubro de 2009

ABANDONO

Nas canções que eu canto
tu me lembras sempre;
pra secar teu pranto
eu fiquei ausente...

Também,
não te escrevo mais!
Qual sentido tem
querer-te e ter paz...?

Também,
qual é o meu caminho?
Quis ter-te comigo
e fiquei sozinho...

O caminho vai
muito além dos cantos,
das canções que canto
pra secar meu pranto...

(p/ BSF)
[Adhemar - São Paulo, 30/09/1987]

Acolhida...

Postado no "Duelos Literários" em 30/09/2009.

Um comentário:

finityster disse...

Adhemar,
Fico sempre muito feliz quando passo por aqui.
Seus poemas e escritos são muuiiitttoo lin dos. Que época boa essa vivida por você que o fez colocar no papel tanta sensibilidade que, como alma de poeta, ainda deve persistir até hoje.
Você deveria fazer video poesias dos seus poemas. Ficariam mais especiais ainda.
ASbraços,
Adir e Jorge