domingo, 18 de outubro de 2009

Toque

Tua silhueta some,
evola-se no ar feito fumaça.
Sinto um vazio tão grande quanto intenso.
Enquanto isso, teu incenso assa.


O teu espírito,
que se exala e me perfuma,
vai me ocupando tão quente quanto adocicado,
me envolvendo em bruma e me deixando assado.

Teu vulto nítido,
me contorna e me ameaça.
Vai me invadindo sem saber o que se passa
e, quando sabe, bem la dentro do meu peito ele se esconde...

P/SHFC
[Adhemar - São Paulo, 11/05/1987]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Isoldinha — terça-feira, 20 de outubro de 2009 (12:52:14)
Simples, nítido e envolvente!
Parabéns pela maneira de distribuir as palavras!
Um abraço!