Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de novembro de 2009

DESTERRO

Exílio.
Uma ausência forçada.
Uma expulsão indireta.
A gente fora do nada.

Auxílio.
Um socorro de repente,
ajuda anunciada
para um apelo urgente.

Exílio.
Saudades da pátria amada.
Morada em terra estrangeira,
prometida e indesejada.

Auxílio.
Uma passagem pra frente,
para apoiar - interesseira -
a mão estendida e pedinte.

Exílio.
Uma solidão desacompanhada
não tendo ninguém por ouvinte
da queixa mais que magoada.

Auxílio.
Uma emboscada,
um desarme consciente
para uma alma exilada...

[Adhemar - Ibiúna, 27/10/2009]

2 comentários:

Lumenamena disse...

Olá adh2bs,

Passa no meu espaço "amoralya.blogspot.com", tenho lá uma surpresa para você.

Abraços,
Lumena

Adh2bs disse...

Comentário por Tatiana — quinta-feira, 19 de novembro de 2009 (10:00:38)
De fato, há exílios que são auxílios. Mas alguns auxílios viram exílios também…
Bjs,
Tati.