Pesquisar este blog

sábado, 9 de janeiro de 2010

SIMPLICIDADE

.
Cada fato, cada movimento,
como roupa estendida no varal
secando ao vento do sentimento,
acima do bem e do mal.

Cada gesto de entendimento -
como cantar no banheiro - é normal,
soprando pro esquecimento
o premeditado ato banal...

Notícia, entretenimento,
perdida no mesmo jornal
que embrulha o bom argumento
num envoltório formal.

Negócio, contrato, fomento,
comida, bebida, água mineral;
destilados, munição, alimento,
fome sobrenatural.

Pecado e julgamento,
exposição do lado animal.
Sentença: o banimento
pro espaço sideral.

E o universo, desatento,
asila essa alma imortal...

[Adhemar - São Paulo, 13/07/2008]

Um comentário:

Nina disse...

Existem tantos atos "banais" que ignoramos e na verdade são de grande importância!
Talvez se valorizassemos mais os simples gestos, a vida fosse mais fácil, divertida e até mesmo "simples" em alguns aspectos.

Feliz ano novo pra você também!Tudo de bom

Sim, não vamos deixar nossos blogs morrerem junto com o ano que passou ;)
Beijos