segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

NAVEGANTE


Coisas bonitas,
palavras bonitas,
alegria;
conjunções sol, céu e mar.
Isto é o momento presente,
presença constante e otimista
de um crescente bem estar.

Bem estar íntimo e pessoal,
ter os pés firmes
nas decisões finais.
Não sofrer
e nem chorar coisas banais
guardando em si toda a energia pra viver.
Enchendo os pulmões de ar,
sorrindo e agilizando os sinais
de tempos pacíficos e bons.
Aclamando alguns ideais
e sossegando idéias dispersivas.

Realinhada a estratégia de vida
sopram ventos reais
nas velas erguidas.
Alinhado o rumo,
tudo bem,
vamos lá.

[Adhemar - Aracaju, 29/01/1988]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Selma Barcellos — quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 (00:58:27)
Vamos lá, poeta. E que jamais nos faltem vento e vela, pois que não há uma sem a outra…
Beijocas again.