sábado, 6 de março de 2010

Desastre anunciado


Sai dessa, meu irmão!
Já foi em frente,
na contramão.

Subiu na guia,
brecou na grama,
bateu no poste,
freio de mão.

Desceu de manso,
fechou a porta,
olhou em volta,
caiu no chão.

Olhos abertos,
céu estrelado,
foi fulminado
pela emoção.

Foi no que deu
o excesso de velocidade
do coração...

[Adhemar - São Paulo, 17/09/1987]

Nenhum comentário: