domingo, 6 de junho de 2010

DEVANÓIAS


A dura maciez da idéia
que ousa, profusamente,
ser mesquinha.

A macia dureza da geléia
que abate, profundamente,
a musiquinha.

Uma sonora antissinfônica canção,
toda explodida.
Um penoso esbanjamento de fonias
numa agradecida ingratidão;
mãos postas em prece,
gritos surdos, abafados,
ecoando solitários na multidão.

Uma luminosa idéia apagada
numa clara escuridão.

[Adhemar - São Paulo, 06/04/2010]


Nenhum comentário: