sábado, 12 de junho de 2010

REENCONTRO


Hoje, faço uma interrupção nas bobagens escritas durante as viagens para relatar uma alegria inesperada: o reencontro com um amigo que não via já há nove anos. Um amigo como há poucos. Quando privávamos de um convívio mais constante, o sempre dedicado Marcos chegou até a tomar conta das crianças! Sua carreira na psicologia o tomou integralmente, devotado e aplicado no trabalho assim como tudo que se propôs fazer. Pouco nos falamos após o falecimento de meu pai - há nove anos já - e nada nos últimos dois ou três anos. Hoje, o reencontro por acaso no supermercado, mostra um camarada ainda mais ajuizado e maduro, bem de saúde, semblante sereno e, sobretudo, ainda mais circunspecto. Se por acaso o tempo engessou no passado uma intimidade maior, pelo menos em mim não diminuiu o apreço e admiração que esse verdadeiro irmão sempre me inspirou. Enfim, pude abraçar o velho amigo, olhá-lo bem e, quem sabe, convencê-lo a sair da rotina, ao menos de vez em quando, para nos reunirmos e revivermos, na medida do possível, os bons tempos de outrora.

Portanto, grande abraço e até breve, Marcos, Deus permita que nossos caminhos se permeiem...

P/ MRM
[Adhemar - São Paulo, 12/06/2010]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por José Cláudio (Cacá) — domingo, 13 de junho de 2010 (05:29:24)
Um motivo pra lá de louvável para interrompermos qualquer atividade: encontar um amigo (reencontrar) é sempre um alento na saúde do corpo e do espírito. Abração e ótimo domingo! Paz e bem.

Comentário por Manhosa — sexta-feira, 25 de junho de 2010 (16:13:28)
Amigo do Coração
Somente pessoas privilegiadas e os escolhidos pelo Pai Maior… sabem conservar e zelar por amigos…
Bjs.