Pesquisar este blog

domingo, 20 de junho de 2010

"RITORNO"


A gente sempre carrega certos preconceitos,
certos receios.
A gente primeiro olha torto,
depois é que olha direito.

Tem sempre uma conhecida palavra,
uma vitória, um abraço.
E mal termina o que fala,
um risco é um traço.

E os pés não aguentam a gente
das pernas que não alcançam o passo.
É num pensar diferente
que a gente amplia o espaço.

É tanta expectativa
revestida de ansiedade,
parece que falta vida
pra absorver tanta novidade...

Então, é bom que se diga:
ficou tanta coisa no ar
que, de uma forma decidida,
a gente precisa voltar!

[Adhemar - Milão, 14/04/2010]

Stazione Centrale - Milão (foto: SM)
Stazione Centrale - Milão (foto: SM)
Stazione Centrale - Milão (foto: SM)

Stazione Centrale - Milão (foto: SM)
Stazione Centrale - Milão (foto: SM)
Stazione Centrale - Milão (foto: SM)

2 comentários:

C@urosa disse...

Querido poeta amiga Adhemar, estou retornando e feliz por ver novo visual e qualidade nos belos textos e poemas. Parabéns pelo equilíbrio e a sensibilidade de sempre.

forte abraço

C@urosa

Adh2bs disse...

Comentário por Manhosa — sexta-feira, 25 de junho de 2010 (16:05:03)
Querido Amigo do Coração
Verdade… verdade… aquela sensação amarga que esqueci alguma coisa…
Aquela saudade do que ainda não sei bem de onde… de quem e muito menos o porque… risos…
Quando se esta feliz… o tempo passa rápido demais…
Bjs.

Comentário por Selma Barcellos — sábado, 26 de junho de 2010 (19:59:42)
Breathtaking! Poema e foto.
Amo esse meu poeta blogosférico! Gente habitada…
Beijocas!