Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de julho de 2010

ECO GESTUAL

Aonde está o amor que não se explica,
aonde o gesto, a flor
e o calor que teu suor indica...
No mais profundo do teu ser,
na pele-superfície,
no ar assim meio perdido
desse teu olhar...
Aonde está o caminho
onde ando eu,
assim meio perdido
só de te escutar...


Eco ao poema “gestual” de LMMM
[Adhemar – São Paulo, 14/07/2010]

3 comentários:

... disse...

enquanto arde a coragem dos desejos:

Eco
Navalha...
arde na pele
chama por algo longe
não se explica
não advém
de onde vem esse eco?
que me chama
instiga
e pertuba ao passar pelos desejos.
???

e de andar a descobrir
sinto
transpiro
e piro.

Adh2bs disse...

Tipo assim, um duelo.
Adh

Adh2bs disse...

Comentário por adhbrgsz — sábado, 24 de julho de 2010 (11:11:21)
Tipo assim, um duelo.
Adh