Pesquisar este blog

domingo, 8 de agosto de 2010

ADHEMAR I (Adh1)

Uma intensa saudade perdura:
deste amigo ausente em plano físico.
Em questões éticas - morais -
sempre foi intransigente,
mil exemplos deu, ou talvez mais.

Apesar dos mapas era chegado a uma aventura.
Nunca se perdia e nos guiava.
Resgatar suas "faturas"
era tudo o que desejava;
e por isso, ele dizia,
é que trabalhava.

"Que faturas?"
Alguém perguntaria.
Era ver de cada filho a formatura,
ver seus filhos conquistarem ferramentas
para enfrentar o mundo;
ver cada um de nós mais preparado
do que ele próprio talvez tenha logrado.

Então,
rola uma lágrima de saudade
deste ser amigo e pai,
pai e amigo.
Enfatizou e ensinou-nos
o valor de uma família
e que tudo o mais importa pouco;
vai-se longe passo a passo.

Pai:
onde estiver, olhe por nós;
e vai daqui um grande abraço.

P/ Adhemar Agostinho de Souza (28/05/1934-07/06/2001)
[Adhemar - São Paulo, 28/05/2010]

Paiê

Dureza. Desculpa aí, o olho embaçou. Feliz dia dos Pais, quem não for pai é filho. Sendo filho e sendo pai afirmo: todo o dia é dia de louvar o seu. Abraço,

Adh2, 08/08/2010

4 comentários:

Marliborges disse...

Olá, amigo
Verdade, o olho embaça, não é mole a emoção. Deixo aqui minha homenagem, meu abraço carinhoso a você que é pai, e peço licença para junto com você enviar a seu pai os bons fluidos da oração que faço no dia de hoje a todos os pais pelo seu dia.
Bjssssssss

Wanderley Elian Lima disse...

Adorei receber sua visita. Quando puder volte, vou gostar muito.
Abração

Adhemar Juan disse...

Foi um grande homem e, particularmente, avô. Tenho sorte de ver muito dele presente no meu pai, sem o qual não conseguiria viver.

Abs,

Adhemar Juan

Adh2bs disse...

Comentário por josé cláudio - Cacá — segunda-feira, 9 de agosto de 2010 (06:45:13)
Meu caro Adhemar, não tem como não emocionar. É como se eu estivesse dialogando com você ouvindo esta trajetória das mais dignas e bonitas. Meu abraço grande. paz e bem.

Comentário por josé cláudio - Cacá — segunda-feira, 9 de agosto de 2010 (07:06:09)
.

Comentário por Selma Barcellos — quarta-feira, 11 de agosto de 2010 (19:03:13)
Que lindeza, poeta!
Esse é o grande barato. Um pai como o do poema só poderia ter gerado um filho amoroso e sensível assim que, por sua vez, sabe tudo de ser pai amantíssimo de seus filhos que seguirão os mesmos passos e… Comboio da vida.
Beijocas!

Comentário por tainá — quinta-feira, 12 de agosto de 2010 (18:50:20)
Adhemar…
Quanto tempo.
Tenho certeza que não irá se lembrar de mim, mas me lembro do seu blog.
Eu tinha um em 2008/2009… tínhamos o Hellinho Ferreira como amigo em comum. Nós dois deletamos nossos blogs.
Vejo que vc continuo firme e forte.
Parabéns.
Está o sucesso de sempre!
Lhe desejo mais sucesso então, se possível.
Beijos
Bom fim de semana.

Adh2bs
adhbrgsz Reply:
agosto 12th, 2010 at 20:49:25
Prezada Tainá.
Pena que vocês deixaram seus blogs. O Helinho escreve muito bem, poesias de amor principalmente; se tiver contato com ele mande um grande abraço. Do seu blog, infelizmente, não me recordo… Mas volte sempre e, caso se anime outra vez, não deixe de informar um link pra gente se re-conhecer! Grande abraço, até breve!
Adh