Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

FIGURA

Finalmente, parei pra pensar.
Não adiantou nada.
Uma imagem nítida,
congelada,
paralisava minhas ondas cerebrais.

Um trovão irrompe no silêncio
da noite da minha consciência.
Seu clarão iluminou a imagem,
então mais colorida.
Imagem bonita e viva.

Finalmente parei pra olhar:
a imagem se transformara
numa pessoa querida.

P/ BSF
[Adhemar - São Paulo, 05/08/1987]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por josé cláudio - Cacá — sexta-feira, 6 de agosto de 2010 (05:27:20)
Entre a fantasia e a realidade, a satisfação de um desejo oculto? Muito bom! Abraços. Paz e bem.