quarta-feira, 15 de setembro de 2010

CÔRTE


Dourada luz,
dourada lembrança.
É preciso estar aceso
e viver na tênue esperança.

Raios azuis
da impossível tempestade.
É preciso estar coberto
e proteger a Majestade.

Real presença
que ilumina e emociona.
É um lindo sentimento
que ao coração se relaciona.

Dourada luz.
Raios azuis.
Real presença.

[Adhemar - São Paulo, 15/09/1987]
p/ bsf

2 comentários:

M. Sueli Gallacci disse...

Belíssimo poema...

Bem aventurada a bsf... É uma pessoa no "feminino", ou muito me engano.rsrs

Um gde abço.

C@urosa disse...

Olá querido e sensível amigo poeta Adhemar, essa é a luz que ilumina os amantes, raios multicores de pura felicidade e prazer. Muito bom!

"A amizade sempre será primordial na vida e no relacionamento entre os seres" Paz e harmonia e um bom final de semana.

forte abraço

C@urosa