Pesquisar este blog

domingo, 31 de outubro de 2010

Comunicação íntima

Espaços abertos espaços
horizonte variado
desenho de poucos traços
andança de muitos passos.

Emorração, colina, vertente
paisagem feito um achado
um verde e um azul sem repente
e mais coisas feitas por gente.

Acenos, alôs e abraços
histórias de um encantado
um circo, bichos, palhaços
trovões e ventos esparsos.

Encanto, magia, presente
terreiro, café espalhado
perfumes, sabores que sentem
alma e corpo contentes.

Lagos, cachoeiras, regaços
amor, carinho e cuidados
agradáveis cenário e ambiente
corpo e alma descansados...

[Adhemar - Santo Antonio do Amparo, 09/07/2006]

2 comentários:

Gregor Samsa disse...

...poesia em silêncio num mundo de sons emburrecedores
como quem cria nos ares de uma noite de verão e dorme docemente com as janelas abertas no murmúrio leviano dos dias ensolarados.

Adh2bs disse...

"Transposts":

Comentário por jose cláudio - Cacá — domingo, 31 de outubro de 2010 (17:47:31)
Nada como um passeio bucólico para expirar os ares interiores e inspirar para um belo poema. Meu abraço, Adhemar! Paz e bem.

Comentário por Selma Barcellos — segunda-feira, 1 de novembro de 2010 (14:50:41)
Que bom que você voltou, poeta! E com uma comunicação tão tocante!
Beijocas!