Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

PAUSA

Em meio ao tumulto,
um instante de paz.
Em meio ao torvelinho,
um segundo de contemplação.
Em meio ao desequilíbrio,
uma simetria fugaz.

Em volta dos livros,
uma estante de porte!
Em meio ao saber,
um suspeito de ignorância.
Em meio a tanta cultura,
uma fraqueza forte.

Em meio a desdita,
um momento de azar.
Em meio a tristeza,
uma alegria voraz.
Em meio ao destino,
uma mulher para amar!

P/ SM
[Adhemar - Santo André, 15/06/2007]

Uma viagem pra fazer

Em meio ao início (?) do novo ano, malas & filhos pra carregar e pé na estrada, metaforicamente falando, é claro. Estaremos fora até a semana que vem, abraço a todos, até a volta!

Adhemar, 05/01/2011.

3 comentários:

Rob Novak disse...

O instante de paz é o que geralmente me falta.
Bonito poema.
Abraço.

M. Sueli Gallacci disse...

Lindo poema, Adhemar!!!

Mais um para a SM, mulher de sorte...

Adh2bs disse...

Do Blog do Terra:

Comentário por josé cláudio - Cacá — quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 (14:42:38)
Carpe Diem, meu amigo!
Descanse bem e aproveite esse amor em família. Abraços e até.

Comentário por Selma Barcellos — sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 (20:30:10)
Voltaste bem, poeta? Gosto demais quando você fala na esposa e nas “crianças”… É um belíssimo lado seu.
Beijocas!

Comentário por Gaby — sexta-feira, 14 de janeiro de 2011 (08:25:59)
Oi…
Como passou as festas espero que bem !!!
Então foi passear com a familia ?? que bom aproveite
bastante temos que ter um momento para descançar afinal
somo filhos de Deus kkkkkk…
Abraços e bom passeio…