Pesquisar este blog

sábado, 26 de fevereiro de 2011

MAIS PASSOS

No rumoroso silêncio de um cinzento meio-dia...
Na alvoroçada tranquilidade da balançada uma hora;
o horizonte 'inda está longe,
a margem habitada 'inda está próxima.

No suave ondular da via rápida,
das nuvens, do céu, do ar
e das inúmeras pernas e mentes que não cansam...
Na expectativa discreta ou embasbacada;
um aguardar o sol, a luz, calor.

Nas imagens que somem aparecendo...
Nos espelhos da ilusão de ver à frente...
Na margem direita que vai ficando distante...
Nas imagens que vão aparecer sumindo;
nos espelhos quebrados de tantos cacos refletindo...

Nas cores vivas desbotando...
E tantos pés e mãos, que vão andando.
Na certeza do destino incerto,
no perto se aproximando...
No amor, na amizade e no até quando...
Num porto qualquer de rio...

O partir, o voltar,
tantas voltas por aí;
mas não em qualquer lugar.
Especificamente num aqui,
a alegria de estar!

[Adhemar - Rio da Prata (a bordo do "Silvia Ana"), entre Montevideo e Buenos Aires]


Interior do "Silvia Ana": turistas! (foto: SM)
Rio da Prata, saindo do porto de Montevideo (foto: Adh2bs)
Porto de Buenos Aires (foto: SM ou ML)
Porto de Buenos Aires, carros saindo da embarcação "Silvia Ana", vinda de Montevideo (foto: ML)

Um comentário:

Wanderley Elian Lima disse...

Os momentos são eternos quando ficam gravados em nossas lembranças. As imagens e emoções, ficam guardadas para sempre como um momento presente.
Grande abraço