Pesquisar este blog

sábado, 12 de fevereiro de 2011

MANCADAS



Já imitei o jeito esquisito de alguém falando, falando com esse alguém. Já falei mal de um povo estando no país dele! Já confundi em que ano estava o meu filho na escola, mas não foi por um, foi por três!!!

Já contei piada de português para um próprio. Já xinguei aparelho que não funcionava sem ter posto o fio na tomada! Já procurei a caixa de fósforos na geladeira e já os guardei lá aguma vez também. Falei de herança em velório de rico, pulei o muro de casa com a chave no bolso; cheguei atrasado em casamento - o que não seria tão grave se não fosse um dia atrasado. Já comi doce com forminha e tudo, comi enfeite de mesa pensando que era doce e já procurei a privada numa cozinha! E ainda bem que foi só isso...

Amarrei lata em rabo de gato, apertei campainha e corri; já peguei do bolo o maior pedaço e me servi antes dos outros! Já fechei guarda-chuva imaginário, fui pra casa de condução porque esqueci que estava de carro. Vestir meias de cores diferentes, então? Já nem considero mais...

Já pedi cafezinho em farmácia, ri muito alto na missa e já gargalhei num enterro. Mais de uma vez usei palavras equivocadas querendo dizer justamente o contrário. Já fingi que estava no ônibus errado pra não pagar a passagem!

Já dei comida aos animais no zoológico...

[Adhemar - São Paulo, 18/01/2011]

2 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

És um verdadeiro trapalhão, deve ter apanhado muito quando criança rsrsrs
Abração

M. Sueli Gallacci disse...

Adhemar! Obrigada Amigo!

Muito bom poder estar aqui novamente e ler teus ecritos.
Adorei suas mancadas! Que bom seria se todas as mancadas fossem assim... Somente travessuras encantadoras!

Um beijo enorme!