sábado, 22 de outubro de 2011

BATE PRONTO

(Arquitetura e poesia: literatório - 26/04/2008)

Um Atrevimento: pensar que a gente faz a própria cabeça sozinho.

Uma Busca: o motivo de estar aqui, no "planetinha azul".

Uma Coordenada: quando descobrir o que estou buscando, inventar outra coisa!

Uma Dor: o mundo conter tantos males e não saber que fim isso vai ter.

Uma Experiência: tentar ser professor...

Uma Frustração: o que é a felicidade?!

Um Gosto: tipo um capricho? Ser escritor, ora!

Um Homem: podendo apontar só um, então é o meu pai.

Uma Idéia: a implantação da anarquia, no sentido grego da palavra; "sem governo". Acho que todo mundo deveria saber se comportar, fazer a obrigação sem precisar ser fiscalizado. Exagerei? Acho que deveria ter dito isto em "uma Utopia"...

Um Julgamento: ninguém, absolutamente ninguém está no "planetinha azul" a passeio.

Uma Lógica: Deus existe e manifesta continuamente a sua existência. A infelicidade e os horrores perpetrados pelos seres humanos passam por ignorar (ou por não interpretar) os sinais; por exemplo, Jesus foi o maior, o mais claro e o mais óbvio desses sinais.

Uma Mulher: neste item, sem fazer média com a mãe, com a esposa, irmã, primas ou tias; Maria, a mãe de Jesus. É fora de série.

Uma Necessidade: a de ter a família por perto, amigos... A solidão pode até ser legal de vez em quando, mas é assustadora quando você se dá conta.

Uma Opinião: acredito na continuidade da vida após este pedaço que estamos vivendo aqui; em outras palavras, nossa alma é imortal.

Uma Provação: ter que enfrentar, encarar ou frequentar órgãos públicos. Qualquer um, por qualquer motivo.

Uma Questão: pra quê tantas regras? A gente já está aqui mesmo, por quê complicar com normas de comportamento, leis, pecados, tabelas de infrações, nãos, nãos e não?!

Uma Resposta: nada é impossível, só que milagre demora um pouco mais.

Um Sonho: ver cada ser humano funcionando perfeitamente como uma pequena mas precisa engrenagem neste fabuloso mecanismo chamado mundo, ninguém infeliz (xiii, outra utopia aí...).

Uma Tradição: achar que ninguém é culpado até que se prove o contrário.

Um Ultimato: farei o que for preciso para ver os meus três filhos encaminhados. Entenda-se 'encaminhados' por 'andando pelas próprias pernas', trilhando seus próprios caminhos sem depender de ninguém, inclusive deste fã número 1 deles.

Uma Viagem: aquela que vai me levar para outros desafios depois de cumprir as tarefas desta etapa (no "planetinha azul"), se Deus achar que mereço... Ainda estou na fase de ter mais curiosidade do que medo em matéria deste assunto.

Um Xamã: minha mãe...

Uma Zebra: no sentido "lotérico" da palavra? Descobrir que não é nada disso, a vida era só pra se divertir, comer, beber, brincar, dormir...

[Adhemar - Santo André, 25/04/2008]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Reapresentado do blog original, seguem os comentários feitos à época:

Comentário por Isa — sábado, 26 de abril de 2008 (11:53:33)
Adorei o bate pronto, não só pelo conteúdo como pela idéia…
Bótimo!!!
Abraços
293ba

Comentário por J.Luiz.Vilar — sábado, 26 de abril de 2008 (20:39:46)
Adhemar. Que “viajem”! Gostei muito! Adorei a sua utilização de frases e conceitos populares. É um texto simples e espetacular.

Comentário por Tessa — sábado, 26 de abril de 2008 (23:35:54)
Oi, eu descobri seu blog através d um comentário q vc fez no blog fotos e cronicas.
O bate pronto p/ mim é um alfabeto q resume a vida. Eu gostei xD, é a primeira postagem q leio aqui (pq acabei d entrar no blog) aliás o seu espaço é um blog ou site?