Pesquisar este blog

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Bolhas de champagne

Sonhos... Ah! Os sonhos!
Esses doces devaneios,
preguiçosos veraneios
de ilusões, olhos tristonhos.

Um idealismo utópico,
dúvidas impossíveis;
um pensamento ilógico
com resultados incríveis!!!

Sonhos? Hoje teleguiados,
seguem a moda, a tendência;
pra satisfazer os mercados
e sem nenhuma inocência.

Que realismo mágico?
Que nada, que nada.
O desfecho tem que ser trágico;
e a notícia? Ilustrada.

Sonhos... Alguém ainda sonha?
Acho que é só pesadelo.
Depende da marca da fronha,
depende do balde de gelo...

[Adhemar - São Paulo, 08/06/2010]

Nenhum comentário: