sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

E não se fala mais nisso!

A poesia tem pernas curtas.
A inspiração é um surto que acomete o artista sempre em baixo do chuveiro.
Palavra sagrada, prosa enlevada.
O ar traduz todos os pensamentos; pena que é transparente.
O amor que importa transporta.
O beijo é uma espécie de telegrama; mas o resto da mensagem tem que ser entregue pessoalmente.
Deus está por aí mesmo; dê-Lhe um abraço, convide-O para um papo.
Até onde se saiba, a vida é uma só, mesmo.
Ponha em prática todas as suas teorias!

Feliz Ano Novo.

[Adhemar - São Paulo, 29/12/2011]

2 comentários:

C@urosa disse...

2 0 1 2
UM NOVO ANO.
UM ANO EM QUE RENOVAREMOS AS ESPERANÇAS
DE CONSTRUIRMOS UM MUNDO MELHOR,
MAIS FRATERNO, MAIS JUSTO E MAIS FELIZ.
ONDE TENHAMOS MENOS INJUSTIÇAS,
MENOS MISÉRIAS E MENOS VIOLÊNCIA.
ONDE REINE A PAZ, A HARMONIA.
E A FELICIDADE ESTEJA ESTAMPADA
NOS ROSTOS DE TODOS OS HOMENS E MULHERES DESTE PLANETA.

forte abraço

C@urosa

tiaselma.com disse...

Poeta, saudades! Um 2012 muito inspirador para você!

Beijocas!