Pesquisar este blog

domingo, 15 de janeiro de 2012

CHATEAÇÃO

Mais um dia que fica para trás.
Horas de vida,
devidas ou não.
Aproveitadas?
Sei lá.
Tanto de nós por minuto
que tudo não pode mudar.
Mais um dia cheio de ausências,
preenchido de faltas,
falhas e gente.
Ruínas de planos,
planos indigentes.
Planos imutáveis e irrealizáveis.
Altos e baixos,
gordos e magros.
Mais um dia.
Mais um dia mal vivido,
incontido;
e que não acabou.

[Adhemar - São Paulo, 20 de agosto de 1987]

Um comentário:

tiaselma.com disse...

Happens. Sigamos em frente. Nós e nossa redentora poesia.

Beijocas!