Pesquisar este blog

domingo, 6 de maio de 2012

REVALIDAÇÃO

São tantos votos... Tantas premissas, compromissos, alvos a confirmar. Projetos idos. Ídolos a idolatrar. 
São tantas palavras a conferir, gramática, nova ortografia, equações... Tantos procedimentos, preliminares, fases da lua, ruas cheias...
São tantas teorias a sofismar... Rotas traçadas nos mapas, bodas, eleitos a escolher...
São tantas latas de tinta... Cores, matizes, listas pra atualizar. Projeções pra assistir, ícones a exaltar.
São tantos planos perdidos... Elos iludidos, amores platônicos - ou daltônicos - correntes pra se fechar.
São tantos versos escorridos, escondidos numa prosa, só pra se disfarçar...

[Adhemar - São Paulo, 22/10/2011]

2 comentários:

jose claudio disse...

Se chegar a fingir que é dor a dor que deveras sentes, continue escorrendo em prosa e verso o dreno das ilusões perdidas. Melhor remédio não há. rsrs.

Grande abraço, meu nobre poeta Adhemar. Paz e bem.

Laiz Mara disse...

de fato!