Pesquisar este blog

domingo, 11 de novembro de 2012

NAVEGANTES


(Postado originalmente em Arq&Poesia: Lit.1 em 28/03/2008)

Este ‘post’ é dirigido ao comentarista mais frequente deste espaço. Mas vale pra todos.
Prezado AABS; respondendo sua pergunta inicial, ‘conosco mesmos’ é, no mínimo, muito esquisito. Estava a ponto de te chamar de analfabeto, quando me dei conta que também não sei! Portanto, ignorância em matéria de língua pátria é conosco mesmo, assim no singular. Se o ACS ou LAS estiverem nos lendo, por favor, elucidem. O convite vale a outros navegantes mais versados para explicar a questão. Quanto à qualidade ou tema das fotografias, este sofrível poeta e não muito melhor arquiteto estaria irremediavelmente ferrado (com o perdão da má palavra) se dependesse de ser fotógrafo. E olhando especificamente a foto da praia, concluí que poderia ser qualquer uma, função do ângulo, enquadramento, foco e assunto. Então, peço-lhe que acredite que foi tirada em Ilhéus, de fato.
Para finalizar, vejo que enrolação é conosco mesmo. Abração, fui.
Adhemar, 28/03/2008
Projeto de 1996 ou 1997, ainda não construído para Igreja de Santa Luzia, em Mauá / SP. De vez em quando sonho em ganhar sozinho na mega-sena para construí-lo, de tão bonito que eu acho que é. A iluminação natural incidindo na nave e no altar, a acolhida aos fiéis que a forma de concha dá… O salão paroquial (edificação retangular que se vê a esquerda) a comunidade já fez.

Em 2012...
Ainda não ganhei na loteria, portanto, continua como está...
Arquivado em: ArquiteturaOpinião I Comentários (0)
Adhemar, 11/11/2012

Nenhum comentário: