terça-feira, 28 de maio de 2013

NASCIMENTO E VIDA

Hoje, estivesse entre nós, meu pai faria 79 anos. Curiosamente, não consigo imaginá-lo com quase 80, numa época do excesso de informações aceleradas e da ética deformada...

Ainda assim, reto e de judiciosas opiniões, talvez encarasse com sua fina ironia ou com seu contundente sarcasmo a exaltação de celebridades vazias cujos maiores feitos são rebolados estranhos diante das câmeras de TV; ou dos falsos craques cujos desempenhos esportivos não tenham sido apanhados pelos exames anti-doping... Nem me atrevo a pensar no que ele diria sobre política, políticos e governos...!

Já se vão 12 anos que ele partiu; não teve o desprazer de presenciar destruição e guerras no século XXI, além de uma visível degeneração de valores pela qual passa a humanidade. No entanto, apesar de sua ausência física, tenho certeza de que está curtindo cada um dos netos que não viu nascer e o sucesso daqueles que carregou no colo.

Hoje, estivesse entre nós, eu não estranharia nadinha pois ainda o sinto presente, protetor e amigo.

Lágrima teimosa, saudade...

P/ Adhemar Agostinho de Souza (Adh_1)
[Adhemar - São Paulo, 28/05/2013]

5 comentários:

ACBS disse...

O pai iria gostar muito de ler o que você escreveu, tenho certeza que ele esta num lugar lindo e torcendo por todos nós.

Adhemar Juan disse...

Lindo texto. Tenho certeza que o vô continua olhando por todos nós e com muito orgulho dos filhos que criou.

Grande abraço,

Adhemar Juan

Wanderley Elian Lima disse...

Eu também já não tenho o meu pai fisicamente junto de nós, mas sua presença é constante em nossa vida. Essas lembranças nunca apagam.
Abraço amigo

Alvaro L. B. Souza disse...

Nosso pai norteou sua vida em função da nossa e da mamãe... Homem de família deixou exemplo para todos nós... Agradeço a Deus nosso Pai do céu pelo Pai que ele nos deu terra!
..."que Deus o abençoe aí no céu onde ele agora está e a toda a sua descendência aqui na terra..."
Saudades...
Alvaro

Anônimo disse...

A saudade bateu forte. Obrigada