Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

SENHORIO

A verdade é uma rude verdade
encoberta por transparência.
Apresenta uma certa inocência
mas oculta a sua vaidade.

A vontade se sente à vontade
pra chegar e sentar na varanda.
E nunca impede quem anda
de se desviar da maldade.

A saudade sente saudade
de ser nostalgia e patroa.
Ela vai estar numa boa
sempre entendendo quem sabe.

A metade divide metade
multiplicando ações no mercado.
Na alta todo mundo ao seu lado,
na baixa eles chegam mais tarde!

O assunto desvia do assunto
porque precisa se despedir.
Se a vida é chegar e sair?
Tudo bem, sou eu que pergunto...

[Adhemar - São Paulo, 28/01/2012]

Nenhum comentário: