quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

LAMPEJOS

Voz do universo
ecoando nas estrelas
palavras em verso
prazer em vê-las...

Luz cintilante
refulgindo fria
e muito brilhante
na alegria...

Calado o espelho
que tudo reflete
que pensa vermelho
e se diverte...

Calor de agasalho
abrigando o espaço
pousa no galho
sem embaraço...

Coração aflito
joelhos no chão
uma prece, um grito:
apenas paixão...

[Adhemar - São Paulo, 08/11/2013]

Um comentário:

Edson Carmo disse...

Vim beber um pouco no manancial da sua poesia. E como é bom!!!

Um 2014 cheio de inspiração e excitação.

Abraço do amigo,

Edson Carmo