domingo, 30 de março de 2014

AVISO CELESTE

Estava andando distraído,
pensando na vida,
dando um tempo para o coração.
Precisava ser arejado,
respirar um pouco
e ter seu meio cicatrizado.

A vida é engraçada.
A intuição, então, falhou.
Na primeira distração -
o coração - de alguém se ocupou.

Primeiro, foi a razão que alertou;
mas concentrou mais atenção.
O menor gesto encantou
e agradou ao coração.
Situação delicada...
Tanta afinidade nasceu
que a amizade com amor se misturou.

Aturdido, o tempo passou
e a temperatura do peito
ficou febril...
Uma confusão se estabeleceu,
o coração está curioso,
parece que percebeu...
e aceitou...
A razão confiou no destino
que é o melhor mensageiro do céu...

P/ BSF
[Adhemar - São Paulo, 13/09/1987]

Nenhum comentário: