sábado, 15 de março de 2014

REVELAÇÕES 1 E 2

1
"Tenho vivido um dia de cada vez. Parece bom, parece fácil mas é só prático. Um dia de cada vez, sem noção do conjunto, sem plano de vôo."
"O registro do que vai ficando para trás: amigos por rever, coisas importantes por fazer, fatos e momentos, descanso ou brincadeira, férias que não chegam, exposições que acabam e a gente não foi ver. Um enorme rastro de incompetência e má administração. E o rascunho do que vai ficando pra frente: o grande projeto que não vem, livros que não se publicam, campeonato de futebol de botão… Convites que não se faz aos amigos, convivências envelhecidas pelo desleixo, pelo viver o dia-a-dia apequenado pela roupa suja, o lixo pra fora e a burocracia geral."
"Tenho vivido um dia de cada vez, e mal. Escondido atrás de afazeres, de uns poucos momentos privados, todos desperdiçados em releituras inúteis, em planejamentos furados."
"Tenho vivido um dia de cada vez sonhando com o amanhã, sonhando com a loteria, uma hipotética herança, direitos, "royalties’, sorteios."
"Tenho vivido um dia de cada vez procurando a rima perfeita ou a perfeita justificativa para o que soar diferente. Tenho lançado palavras desalinhadas com o pensamento de um repertório limitado. Um dia de cada vez, como um condenado."
2
"Penteio o cabelo que já não tenho, lá de onde eu venho isso não basta."
"Semeio o vento que já me veio, lá pelo meio isso não passa."
"Tiro uma água de um côco sêco, grito no eco, lá vem resposta."
"Chuto o cão, tiro o nó da gravata, lá pela mata é uma proposta."
"Tomo um banho na cascata como quem mata aula de canto."
"Tiro um sarro, perco a piada; lá na estrada não se chega a tanto."
"Largo tudo, largo o espanto, no meu recanto a rua é larga."
"Largo a pena, rasgo o papel… aqui no céu não precisa mais nada…"

[Adhemar - S. Paulo, 27/02/2004]

3?!
Onde estão as metáforas? A serviço de pensamentos aparentemente pessimistas… que desperdício. Sabiamente, diz o velho chavão: nada como um dia após o outro que dias melhores virão. A propósito, tenho um amigo, colega de trabalho, que responde ao cumprimento "como vai?" dizendo assim: "melhor que ontem, pior que amanhã!". Amém!
Adhemar, 22/04/2008.

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário na postagem original:

Comentário por isa — terça-feira, 22 de abril de 2008 (09:31:58)
Então…um lindo dia p/ vc…
Abraços