segunda-feira, 28 de abril de 2014

Ô

Solta-se o verso preso
e a rima
do poeta indefeso
da saída por cima

Procura-se a palavra certa
e bem colocada
da ideia esperta
e da mancada

Vai o mar tão calmo esperando
a frase definitiva
do alto comando
e da injunção cognitiva

Prende-se o verso solto
e a cisma
procurando outro
num sofisma

Perde-se o cativo 
e as algemas
pede-se um motivo
fugas mais modernas...

[Adhemar - Guarulhos, 06/04/2014]

Perspectiva - Milão (foto: Adh2bs)
 Perspectiva - Milão (foto: Adh2bs)

Nenhum comentário: