Pesquisar este blog

domingo, 25 de maio de 2014

OLHARES

Quem pode dizer o que não dizes,
quem pode querer o que não queres?
Negas tu tuas raízes,
negas tu outras mulheres.

Quem ousará enfrentar teus desafios,
quem olhará de frente o destino?
Foges tu por quais desvios?
Negas tu o teu caminho.

Quem elevará a própria fronte?
Quem ousará sair do mesmo rumo?
Quem te acompanhará nessa loucura?

Quem é você, qual mastodonte
que arrebenta tudo e sai do prumo
solitário e cego nessa noite escura?


[Adhemar - São Paulo, 16/05/2001]

Nenhum comentário: