sábado, 10 de maio de 2014

VERMELHO

Vermelho é minha cor predileta,
vermelho é a minha cor da sorte.

Vermelho era o teu vestido na noite,
da nossa aproximação certa.

Vermelho como o meu sangue.
Vermelho como a rosa do desejo,

como o beijo,
como o mais lindo batom no lábio exangüe.

Vermelho era a cor 
que a mulher errada não gostava; 
por isso mesmo,
o destino avermelhou meu caminho;
vermelho como o sol poente da estrada . . .

Vermelho como as madrugadas
que precedem a aurora,

vermelho como o fluxo de palavras destiladas,
principalmente vermelho, vermelho e vermelho, ora!

Vermelho como o nosso futuro,
alegre e berrante!

Vermelho como o nosso sangue.

Vermelho como a rosa do desejo.

Vermelho como o teu vestido,
vermelho como o rubor do beijo . . .

Para S.M.
[Adhemar - São Paulo, 03/01/1991]
Red Star
Para aquela que é a senhora dos meus dias, mãe dos meus filhos e que faz aniversário amanhã!
Parabéns, Stella! Bjs,
Adhemar, São Paulo, 10 de maio de 2009.
...
[E de novo hoje, 10/05/2014, aproveitando o resgate do blog original, na semana STELLA MARIS!!!]