segunda-feira, 8 de setembro de 2014

AMORES PASSADOS

Minhas aflições presentes são bem educadas… Quando o sono insciente toma as pálpebras, elas me cumprimentam e se instalam nos meus pensamentos.
Minhas aflições distantes são discretas. Viajam pelo mundo cuidadas de si mesmas, ainda que flores lilases acompanhem. Se a volta é incerta, tudo é tão ou mais difícil já sem elas; mas nada é tão definitivo quanto uma aflição perversa…
Minhas aflições indiferentes não se acertam. Mais confusas do que eu mesmo, são secretas, não dão chance à recuperação dos trancos. Vivo aos trancos do meu próprio coração nessa transição incrível.
É minha maior aflição terrível.
P/ APC,BSF,ECB,MG e SHFC
[Adhemar - São Paulo, 08/08/1988]
DATAS
Sou fascinado por essas datas de números repetidos: 8/8/88, 08/08/08… Fiquei procurando algo escrito há exatos vinte anos só por causa disso. Lamentavelmente, o "post" acima é um texto escrito na madrugada de 09/08/88, provavelmente iniciado antes da meia-noite. Por infantilidade, reconheço, grafei a data do provável início, porque há uma extensa "produção" no dia 09/08/88, do qual este é o primeiro escrito.
Adhemar, 08/08/2008.

Um comentário:

Adh2BS disse...

... grafei a DATA PROVÁVEL do início...
Céus...