sexta-feira, 12 de setembro de 2014

ARBÍTRIO

Sobre andar e parar por um momento,
sobre estar perdido e procurar um caminho;
não há tratados nem manuais de entendimento
nem anotações tão úteis, num caderninho.

Sobre observar o entorno e o conhecimento,
sobre o se achar, sorrir, comemorar;
não há regras ou normas de consentimento,
é só intuição de advinho a se soltar.

Sobre fazer e desmanchar um relacionamento,
sobre se apaixonar e sacudir o coração
não existem bulas de remédio, ou ungüento
contendo instruções, posologia e contra-indicação.

Sobre viver a cada dia uma alegria ou um tormento,
sobre fazer de cada tombo uma esperança
não há receita e nem lei, nem julgamento,
nem condenação, nem medida, nem balança.

Sobre saber pr'onde se vai desde o início,
sobre fazer do amor um monumento
não há altar pra oferecer um sacrifício
e não há pena de morte por enforcamento.

Sobre andar, observar, fazer, viver;
sobre parar, perder, se achar, sorrir;
não há fazer, nem desmanchar, cair, saber;
é só amar e rir, comemorar e sacudir.

[Adhemar - São Paulo, 14/05/2008]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Gaby — sábado, 8 de novembro de 2008 (10:51:46)
Perfeito !!! estas palavras
traduzem tudo em nossa vida
adoro sempre vir aqui me
identifico muito com que voce
escreve, alias não preciso
nem comentar sobre isto por que
você sabe que sempre que posso
venho ler seus textos
maravilhosos….

Comentário por Hellinho Ferreira — sábado, 8 de novembro de 2008 (12:43:29)
Saudações mestre…
Bom e nessa vida q começa todo dia, concordo sim mestre…
Como disse a Gaby, seu texto é perfeito. Jogo correto de palavras de nossas vidas!!!
Bom sábadoo!!!

Comentário por Ylago — sábado, 8 de novembro de 2008 (17:47:12)
Óh Adhemar… não era MUNDO.
No entanto, inda piá sou.
Sobre perfeição de poemas perfeitos…
e sobre textos lidos em palavras singelas…
Não há duvida, nem crítica, nem defeitos…
é só ler, sentir, viver, depois adeus as elas…
Grande poema amigo…
Abraço.

Comentário por Manhosa — sábado, 8 de novembro de 2008 (21:10:50)
Sabias palavras…
O saber… do querer… do ter… do ser…
Só verdades…
Bjs.

Comentário por ICH LÍEBE DÍCH — domingo, 9 de novembro de 2008 (09:17:48)
Deus em sua divina sabedoria, nos presenteou com o livre arbítrio…escolher entre ..fazer ou não, certo ou errado…cabe a cada um de nós, escolher o que seguir.
Agora….o coração, as vzs nos leva a caminhos,que muitas vzs, nós fazem perder a razão….as vzs por necessidade…outras por desconhecer o real valor das nossas decisões, se nos daram felicidade ou desgosto….
Agora, depois de feita as escolhas…não tem com culpar esse ou aquele….tivemos o livre arbítrio para escolher…Devemos pois equilibrar…a razão e o coração!
Parece fácil….se diria!Mas fazer escolhas é muito dificil, principalmente quando é a nossa felicidade que esta em jogo.
Lindo domingo…e obrigado pelo comentário…
Bjs…Dina