terça-feira, 9 de setembro de 2014

INVASÃO

Como se fosse uma poesia fugaz ela passou
correndo pela minha rua, de vermelho.
Como se fosse uma poesia definitiva ela sorriu
parada bem na minha frente, ante os meus olhos.
Como a mais linda poesia ela finalmente se instalou
bem lá dentro e bem no fundo do meu peito.
Apossou-se do meu coração, com todo o direito
do nosso pleno amor, que nasceu e se criou.
Proprietária, posseira ou inquilina
deste meu coração, minha razão e meus poemas.
Transformou-se nesse tempo de paixão
no mais belo de todos os meus temas.
Eu a vejo sem reserva nem desvãos.
Não sei bem por qual sistema ela sorri,
com os olhos, com a boca e com as mãos;
e eu só lhe digo "para sempre estou aqui".
P/ StellaAdhemar, 23/09/2008.

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comment by isa — Wednesday, 24 de September de 2008 (10:42:48)
Linda declaração... Parabéns!!! Beijos

Comment by Alexandre Souza — Sunday, 28 de September de 2008 (16:23:18)
Pois é, o casal tem uma belíssima cumplicidade. Cada qual à sua maneira, e funcionando na praticidade da vida a dois como se fossem...um. Vocês dois me inspiram. Agradeço, do fundo do coração, a amizade, o carinho, a orientação e consideração de vocês dois nos momentos mais díficeis da minha vida. Contem comigo pro que der e vier!