sábado, 6 de setembro de 2014

LILÁS E BRANCO

                Na parede em frente a janela está um quadro que é a fotografia de uma flor. Uma grande flor roxa - ou lilás - cujo centro é branco com bordas lilases - ou roxas - e alaranjadas. Porém, o quadro reflete a janela, de onde se vê as duas pontes paralelas de uma estrada, uma encosta - ou barranco - arborizada. É uma bonita paisagem embora não se possa dizer que rivalize com a fotografia da flor.
                Mas, estando de frente para o quadro, é necessário um enorme esforço de concentração para ver a flor, advinhar suas cores e perceber seu detalhes; porque predomina, invariavelmente, a imagem da estrada; os carros passando sobre as pontes, as árvores balançando ao vento.
                Talvez a luz do sol é que provoque esse efeito. Um dia claro se impõe e por sutil recurso cromático e luminoso faz prevalecer o reflexo da paisagem sobre a imagem da flor. Talvez seja a flor muito tímida, ainda que grande e chamativamente colorida. Talvez seja o tipo de mente que encare o quadro, fazendo uma realidade próxima e dinâmica ocupar completamente o espaço da realidade distante e estática.
                É mais provável, no entanto, que virar a página nos faça afastar os "mas", os "poréns" e os "talvezes"; porquê, mudando o ângulo de visão inclinando a cabeça, a flor lentamente vai ocupando o seu lugar. E um novo quadro se apresenta, metade pontes, metade flor. Meio árvores balançando, meio lilás, meio roxo... E, afinal das contas, tudo se encerre numa única questão de ponto de vista ou de visão; ou de um paralelo com um ilustre casal, conhecido por refletir a paisagem bonita, o dia claro e o céu azul; mas por trás do reflexo seja uma linda flor colorida que nos gestou, nos criou e está aí para que aprendamos a apreciar a verdadeira beleza da vida, dos reflexos e das cores.
Para meus avós Júlia e Luiz
[Adhemar - Barueri, 07/03/2002]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Laiz Mara — quinta-feira, 3 de julho de 2008 (15:55:52)
“todos nós precisamos de espelhos para nos lembrarmos quem somos…”
=D
Bjus