Pesquisar este blog

domingo, 14 de setembro de 2014

MÃE NATUREZA BRASIL

Terra materna
concebe, recebe e alimenta,
consola, ensina e acalenta,
tão dôce, tão mãe e tão terna.

Terra materna
agasalha, encaminha e aconselha,
abraça, envolve e espelha,
adorna, adormece e hiberna.

Terra materna
caleja, honra e enriquece,
castiga, admoesta e agradece,
perdoa, abençoa, é eterna.

Terra materna
acompanha, enobrece, se importa,
empurra, incentiva e adota,
cura, socorre e interna.

Terra materna
que adora e engrandece primeiro,
que chora, saúda e acena
e carrega no ventre um filho estrangeiro...


[Adhemar - Santo Antonio do Amparo-MG, 14/07/2006]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Ylago — segunda-feira, 1 de dezembro de 2008 (20:33:00)
Tá falando de Minas ou escrevestes de Minas?
Ahh.. eu nunca estive lá, é meu sonho conhecer aquele estado?
Este poema lembrou-me da frase: “Brasil, ame-o ou deixe-o”… E, infelizmente, muitos odeiam este país… eu garanto que é porque não o conhecem (e pensam que conhecem).
Belo poema…
Abraço.

Comentário por tah — terça-feira, 2 de dezembro de 2008 (09:25:40)
Ora, ainda bem q não vives dentro do museu… se não ia achar que vc já estava cheirando à mofo..
ahsuashuahuashuashusahsauhasuhsuashu
Bricadeira.
Bem, eles moram bem perto do museu sim!!
Bjão

Comentário por Gaby — terça-feira, 2 de dezembro de 2008 (11:45:53)
Olá…
Obrigado pelo seu conselho…
Brasil, Minas (geral) Pais com sua beleza inesplicavel
está terra que nós acolhe..
Sempre com pelos poemas….
Bjs.

Comentário por Hellinho Ferreira — terça-feira, 2 de dezembro de 2008 (11:46:47)
Opa, opa… da licença que tem um mineiro chegando na área rs…
Saudações mestre brasileiro…
Viva nossas riquezas!!!
Abraçuss

Comentário por Tatiana Rezende — quinta-feira, 4 de dezembro de 2008 (15:28:41)
A Terra Materna não foi tão generosa com os catarinenses, né?