Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

POLÍTICA PESSOAL

"Nunca tive a pretensão de governar o mundo, mas tenho uma visão aquilina de manipulação; ora sutil, ora mais evidente, mas sempre com a ambígua sensação de poder, de direção. Às vezes também pressinto as situações manobrando a gente. Tem cidadãos que aparecem e querem dar seus palpites: se forem pertinentes, tudo bem; se forem infelizes, também! E desses palpites surgem novas idéias de como fazer as pessoas fazerem o que nos interessa. E o tempo passa, as situações acontecendo como a gente pretendia. Esse imenso poder me inunda, me enche até a explosão do fastio, da repetitividade e da monotonia; do quanto é chato o poder absoluto."
[Adhemar - Mongaguá, 16/06/2002]
Politicamente incorreto
Reflexão sobre ardis e manobras, sobre promover ações com uma aparência e outra intenção. Logo eu, que não sei nem mentir, nem fingir!
Adhemar, 09/08/08.

Nenhum comentário: