quinta-feira, 11 de setembro de 2014

PONTO A

 Valeu deixar a porta aberta com o espelho por fora; tipo um retrovisor do que se passa do outro lado, tipo um reflexo pra quem olha de frente. 

Valeu tentar atrair simpatia e adesão pra causas absurdamente perdidas; é como juntar uma força-tarefa para a delicadeza do descanso. 

Valeu planejar e suavizar o trajeto; pois viver é sair do lugar, olhar as paisagens, interagir com os meios e chegar ao ponto B.

[Adhemar - São Paulo, 21/05/2006]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Daisy — quinta-feira, 11 de setembro de 2008 (11:25:52)
Estou absolutamente encantada com suas prosas. Esta, então, é tudo o que penso da “viagem”. O trajeto, no meu conceito, vale bem mais do que a chegada! Assim é viver.
Disse alguem: “temos que nascer e temos que morrer, o resto é por nossa conta!”.
O caminho entre A e B pode ser tão imensamente prazeroso!
Grande abraço.
Daisy

Comentário por Hellinho Ferreira — sexta-feira, 12 de setembro de 2008 (01:30:25)
Olá…
Vim ver como anda as coisas por aqui!!!
Abraçuss