sexta-feira, 5 de setembro de 2014

PRESSÕES


Beleza tímida - ilusão de ótica;
passarela elevada,
desfile imaginário,
é uma moda exótica.
Mas não há promessa
e não há história.
Fugaz e passageiro
é um momento único.
E ser falso ou cínico
é só outra ilusão.
Verdadeiro ou certo?
Máscara ou plástica?
Tantas indagações
e tão sem resposta.
Seguir, distanciar,
viver além da aposta.
Indicar novos caminhos,
outros meios, dizer sim
antes da hora.
Cantar como nunca, agora.
Pensamento espalhado,
beleza tímida e descalça;
olhar perdido, inebriado,
o horizonte, o azul, a graça, a valsa…
[Adhemar - S. Caetano do Sul, 17/05/05]
Força de expressão
Até agora não entendi porque chamei de "pressões"…
Adhemar, 27/06/2008.

Nenhum comentário: