sexta-feira, 12 de setembro de 2014

PROMOÇÃO...

Poesia em liquidação,
três paga cinco, senhora,
o livro são dez, ou não.
Leva dois? Leva mais?
Se haverá decepção?!

Em não gostando, senhora,
aceito a devolução.
O produto é dúbio,
ou é claro,
depende de aprovação.
O entendimento geral
afirma que tem futuro.
Só sei que ele não faz mal,
não tem contra-indicação.
Mas não o devore tão rápido,
consuma com moderação.

Em caso de agrado, senhora,
divulgue, expresse, alente;
com toda a sua emoção.
Poesia da boa, da hora,
conforto, esperança e deleite
para sua distração.

Nas próximas compras, senhora,
inclua o produto na lista.
Às vezes a realidade precisa
de boas doses de "alguma ilusão"...

[Adhemar - São Paulo, 05/05/1999]

Feira

As vezes me imagino vendendo poesia à granel, nas feiras, nas ruas, numa banca do mercado central... Logo eu que nem balanço o coqueiro - fico esperando o côco cair!

Adhemar, 02/10/2008.

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por Nã — sábado, 4 de outubro de 2008 (00:59:45)
Muuuuuuuuuito bom!

Comentário por Manhosa — terça-feira, 7 de outubro de 2008 (12:13:12)
Amei…
Sim… quem não sonha não vive…
O querer… faz ir…
Faz voar sem asas…
Bjs.