segunda-feira, 15 de setembro de 2014

RACIOCÍNIO

     A lógica é muito relativa e precisa ser contrariada para se confirmar. Mais refletida, passa a se justificar melhor, sai fortalecida dos desafios lançados. O fio condutor do pensamento lógico é contínuo, intenso e resistente. A lógica, por si só, é quase uma ciência. É apaixonante e jamais será contraditória.
     A lógica é muito orgulhosa. Porque faz sentido, porque tem razão. Sempre se prova, mesmo numa linha tortuosa sempre prevalece, sempre ganha. Vira teses e tratados, grandes filosofias. Abstratamente concreta, a lógica ensina, encadeia e apresenta sentido; cobra uma postura ou apoio. A lógica, porém, tem vertentes. Ramificações perceptíveis, prováveis, outras tantas certezas derivadas da certeza central e dominante.
      A lógica é loucamente irritante.

[Adhemar - São Paulo, 27/06/2006]

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comentário por joselmanoal — quarta-feira, 22 de abril de 2009 (09:06:42)
Oi, Adhemar! Gostei de Raciocínio, da discussão sobre a lógica sempre tão ilógica… Obrigada pelos comentários no meu blog. Abraço, Jô