Pesquisar este blog

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Y

           Escrita, a letra do título representa uma bifurcação. Para um dos lados, o desconhecido, o desconfiado, o caminho para uma felicidade que não se sabe o trabalho que vai dar. Para o outro lado, a continuidade, uma senda segura, com obstáculos e dúvidas tão conhecidos que nela se poderia seguir de olhos fechados.
            Acho que já passei da bifurcação, mas ainda diviso o caminho possível embora novo. Uma certa covardia, ou acomodação, faz parecer qualquer outra alternativa apenas como tentação. A felicidade do outro lado prometida para o mergulho que se quer dar mas não se tem certeza de querer abandonar os galhos secos do caminho habitual - embora chato, maçante e limitador (neste momento).
             Outrora, o prórpio caminho ora trilhado já fôra o outro lado da senda; já representara o insólito, o desconhecido e o inesperado. Talvez pese a idade, ou a responsabilidade. Talvez pese a preguiça ou a liderança a ser seguida e… Servida! Talvez esteja faltando um lastro para entrar no mato e passar para outra estrada; umas migalhas de pão num saco, cobertor de viagem impermeável.
             O que será que será?!
             Talvez um surto, um cansaço, um repertório esgotado…
[Adhemar - Sto. André, 31/03/2008]
X
Aí é que está: preciso implementar essa mudança (principalmente profissional) e trabalhar para cumprir metas pessoais traçadas no início do ano (mestrado, livro, casa nova…). O "xis" da questão é: essas mudanças (radicais) passam por uma guinada e um recomeço? Ou estão ali mesmo, sendo oferecidas debaixo do meu nariz (e eu ainda não consigo acreditar nelas)? A única certeza que tenho é que, qualquer das escolhas, serei capaz de realizar. Por quê, então, a hesitação entre mergulhar no que está mais à mão ou correr para o desconhecido controlável?
As respostas virão…
Adhemar, 10/06/2008.

Um comentário:

Adh2bs disse...

Comment by isa — Tuesday, 10 de June de 2008 (22:05:04)
Que tal parar de se questionar com a "razão", e ouvir oq o seu coração tem a sugerir? Com certeza ele te conduzirá pelo caminho certo...A capacidade vc já sabe q tem... um belo começo! Então rapaz, mãos à obra que a fila anda e atraz vem gente, hehehe... Um grande abraço, e ótimas decisões!!!

Comment by Noemi — Thursday, 12 de June de 2008 (11:52:42)
Pois é, pra frente é que se anda ... O corrimão continua a disposição. Boa sorte e boas escolhas. bjs Noemí

Comment by Alexandre Souza — Monday, 16 de June de 2008 (19:20:48)
Pois é, após um Y e tantas dúvidas pensei logo no X. Fiquemos com o A de Aventura. Do V de Vida. E nunca te esqueças da grande lição aprendida há algum tempo. As questões se resolvem sempre através da LÓGICA DO IMPONDERÁVEL!!!