Pesquisar este blog

domingo, 19 de outubro de 2014

AVALANCHE

Da cabeça vão brotando pensamentos
numa profusão assustadora;
no coração, amontoados sentimentos
que a razão não organiza nem perdôa.

Dos pensamentos vai brotando confusão,
a situação vai ficando esquisita;
os sentimentos inflamados - rebelião - 
são encarcerados sem direito a visita.

A confusão, por sua vez, dobra as esquinas
e a esquisitice se espalha na cidade.
Revolução que ganha o mundo, se multiplica,
libertando sentimentos, confundindo a verdade...

Das esquinas vão brotando pensamentos
numa confusão encantadora.
O motim inunda o mundo - sentimentos -
numa inspiração libertadora...


[Adhemar - São Paulo, 13/07/2008]

2 comentários:

C@urosa disse...

Essa é uma avalanche que transborda do coração. Pelo e reflexivo poema amigo Adhemar.

forte abraço
c@urosa

C@urosa disse...

Em tempo: Belo e reflexivo.
c@urosa